Ioga contra hipertensão

A prática milenar faz mais do que relaxar o corpo e acalmar a mente. Suas posturas e exercícios respiratórios têm o poder de reduzir fatores de riscos para doenças cardiovasculares, como a pressão arterial 

Os benefícios da ioga vão além da sensação de bem-estar físico e emocional e não ficam restritos apenas às conversas entre os praticantes. Já faz um tempo que a ciência e a medicina ocidental querem entender o que exatamente essa prática milenar indiana provoca no organismo e se ela tem mesmo todo esse poder de deixar o corpo e a mente mais saudáveis.

Os resultados têm surpreendido apenas quem nunca sentiu na pele – e na saúde – os efeitos das posturas (ásanas) e dos exercícios respiratórios (pranayamas). Em uma revisão de 37 estudos envolvendo mais de 3 mil pessoas na Holanda e publicada pelo The European Society of Cardiology em 2014, a ioga foi associada à redução dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Segundo essa meta-análise, os “iogues” apresentam melhorias na pressão arterial sistólica (medida quando o coração bate), na pressão arterial diastólica (medida quando o coração descansa entre os batimentos), na frequência cardíaca, além de redução no índice de massa corporal (IMC) e nos níveis de colesterol e triglicérides.

Para a professora de ioga e terapeuta corporal Clarice Knapp, do Núcleo de Yoga Ganesha (SP), a prática produz um efeito relaxante que estimula a circulação sanguínea e linfática e ajuda o corpo a anular os efeitos adversos do estresse sobre os sistemas endócrino e imunológico e sobre o coração.

“As ásanas contribuem para equilibrar o sistema nervoso autônomo e têm um efeito benéfico sobre a pressão sanguínea. A força e a flexibilidade que as posturas trazem ao corpo se traduzem em calma e clareza mental. Já as pranayamas ajudam a remover bloqueios e impurezas do corpo físico e mental. O controle da respiração equilibra nossas emoções, trazendo muitos benefícios para a saúde do coração”, resume a especialista Clarice, formada pelo Instituto Narayana de Yoga e o Esalen Institute da Califórnia (EUA).

 

Abaixo a hipertensão!

A seguir, a professora de ioga e terapeuta corporal Clarice Knapp ensina uma sequência de posturas que colaboram para reduzir e equilibrar a pressão arterial. E que, de quebra, ajudam a cuidar da saúde feminina como um todo. Confira:

  1. BADDHA KONASANA COM APOIO

  1. Promove maior irrigação sanguínea na região pélvica. A abertura torácica também amplia a respiração e libera a circulação no coração. Também é indicada para aliviar os sintomas da menopausa e da TPM.

 

  1. SETUBHANDASANA COM APOIO

  1. Amplia a respiração, melhora a circulação sanguínea no tórax, na garganta (região da tireoide) e cabeça, acalmando o sistema nervoso central.

 

  1. UPAVISTHA KONASANA COM APOIO

  1. BALASANA COM APOIO

  1. e 4. Ativam a circulação no baixo ventre, descontraem a coluna vertebral. Favorecem a circulação sanguínea da cabeça. Relaxam e descansam o coração.
  1. SAVASANA COM APOIO

  1. Acalma, traz paz interior, abre o centro cardíaco, promove sensação de calma infinita.
2018-08-07T18:48:10+00:00